15 de nov de 2008

Processadores do amanhã hoje

AMD e Intel se preparam para lançar novos processadores com muitas novidades, vejamos um rápido resumo sobre eles:

A Intel lançou os chips Core i7, como serão conhecidos os "Nehalem".200px-Corei7

A ausência do FSB ("Front Side Bus"), paralelo, substituido pelo "Quick Path Interconnect", serial, é uma das principais novidades. Aproximando-se ainda mais da "visão AMD do mundo", a Intel também integrou o controlador de memória ao chip, suportando o padrão DDR3. O "HT" (Hyper Threading) voltou, o que significa que, para o sistema operacional, aparecerão 8 núcleos.

O chip de quatro núcleos "reais" tem menos transistores que seu antecessor, da família Core 2: são 731 milhões contra 820 milhões, mas a área do "dye" aumentou: são 263 mm². Além disso, todos os núcleos agora estão no mesmo "pedaço" de silício e não são mais "chips separados, encapsulados juntos".

Bom, melhor preparar os bolsos pois o upggrade será completo, o socket dos novos processadores será outro, para desespero de muitos as placas mãe e memórias atuais não servirão mais, ou seja: você que comprou este ano o seu tão sonhado PC Core2Dou dançou! Perdeu dinheiro se pensou "quando sair novos processadores compro só ele" e o pior de tudo: sempre que sai novidade os atuais caem de preço assustadoramente.

Já a AMD prometeu o Fusion pro ano que vem, tomara que realmente saia do papel pois n teoria ele é bem interessante:

A arquitetura Fusion é uma proposta diferente. Uma CPU heterogênea, composta de aceleradores específicos dentro dela. Por exemplo, ao invés de ter 4 núcleos "genéricos", seria melhor ter 2 núcleos construídos como uma GPU, com vários processadores "shader" internos. A vantagem é poder processar vídeo dentro do mesmo núcleo, assim como efeitos de física, cálculos matemáticos, entre outros.

Resumindo: com um Fusion será possível, pelo menos em teoria, decodificar vídeo como se estivesse usando uma GPU dedicada, converter áudio como se estivesse usando um chip específico e por aí afora. Bem interessante pois assim se usariam menos chips numa máquina, economizaria energia, o tamanho e peso seriam reduzidos e assim o preço, mais importante, cairia. Tomara que se torne realidade a idéia da AMD.


Saiba mais
Alguns textos foram retirados
daqui e daqui

Nenhum comentário: