17 de out de 2009

Apple poderá estragar o dia da Microsoft?

Lançamento do Windows Seven é visto pela Jobs & Co. como uma oportunidade para atrair novos Mac users.

A indústria da informática se prepara para o lançamento do que muitos consideram como a melhor versão do windows dos últimos anos, que deverá acontecer dia 22 de outubro. E a Apple, a maior concorrente da Microsoft, pretende aproveitar este lançamento para aumentar as vendas. "É uma oportunidade muito boa para nós", disse Phil Schiller, vice-presidente senior de marketing da Apple.

A empresa de Cupertino vê o Windows 7 como uma grande oportunidade de conquistar usuários de pc. Espera-se que milhões de usuários de pc vão às lojas no próximo ano para um upgrade em suas máquinas, visto que o Windows Vista foi tão mal comentado que muitos destes usuários simplesmente preferiram permanecer com suas máquinas antigas rodando o Windows XP, SO de oito anos de idade, a migrar pro Vista.

A BusinessWeek informou que a Apple pretende lançar publicidade destinada a atrair estes usuários pro mundo da maçã. Provavelmente esta campanha irá falar das muitas virtudes do Mac OS-X e que Macs são os mais adequados no uso em conjunto com seus iPods e iPhones. Talvez mostre como pode ser complicado o processo de migração do XP pro Seven. "Qualquer usuário que lê todos os passos(para fazer a migração) provavelmente irá surtar. Se você tem que passar por tudo isso, porque simplesmente não compra um Mac?", disse Schiller.

Schiller não falou se a Apple planeja reduzir preços, atitude esta que certamente atrairia muito compradores. Ele lembra que a empresa já possui programas para aixiliar os usuários pc a migrar. Quem paga os 99 dólares anuais do One to One podem levar seus pc antigos até uma Apple Store e ter todos os seus arquivos transferidos pro Mac novo.

A Apple está tranquila e muito confiante de que o mundo tecnológico caminha em sua direção. "Nós já passamos por estas transições antes, e não importa como você olha pra ele, isso ainda é Windows," disse Schiller.

Fontes: BusinessWeek
e 9to5mac

Nenhum comentário: